sexta-feira, 4 de junho de 2010

Sábios Porcos-Espinhos...

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, juntavam-se em grupos, assim
se agasalhavam e se protegiam mutuamente.
Mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos,
justamente os que forneciam calor. E, por
isso, tornavam a se afastar uns dos outros.
Voltaram a morrer congelados e precisavam fazer
uma escolha: desapareceriam da face da Terra ou
aceitavam os espinhos do semelhante.
Com sabedoria, decidiram voltar e ficar juntos.
Aprenderam assim a conviver com as pequenas
feridas que uma relação muito próxima podia
causar, já que o mais importante era o calor do outro.

Sobreviveram!


O melhor relacionamento não é aquele que
une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aceita os defeitos do outro e
consegue perdão pelos próprios defeitos.
Para os erros, o perdão!
Para os fracassos, uma nova chance!
Para os sonhos amorosos, a certeza do amor!
A lei da mente é implacável.
O que você pensa, você cria;
O que você sente, você atrai;
O que você acredita, torna- se realidade.

Nenhum comentário: